cozinha do jardimdo jardim terapia natural

Floral Celta

sobre mim

Sou descendente celta e recebi influência e inspiração das mulheres de minha família e antepassadas que viveram na região celta portuguesa, ao norte de Portugal. Cresci caminhando nos montes e florestas em Portugal, na região de Cinfães, e durante a minha infância, convivi com essa vida natural de plantar o que se come. Minha avó portuguesa tinha um jardim em sua casa, que fica até hoje bem pertinho de uma floresta, e dessa terra era plantado o que se comia, especialmente legumes, morangos e rosas. Foi dessa memória que surgiu, muitos anos depois o Cozinha do Jardim, dedicado à culinária ancestral com flores comestíveis e o Do Jardim para terapias naturalistas.

Minhas antepassadas viviam em Montalegre, cidade celta aonde as mulheres utilizavam o conhecimento com flores e ervas para tratar a região e também como alimentos. Acredito que trago comigo essa sabedoria, durante toda a vida conectada com a energia da terra e em levar cura para as pessoas.

Sou terapeuta com formação em diversas áreas do conhecimento tradicional como Homeopatia, Fitoterapia e Plantas Medicinais, Aromatologia, Florais, Hipnose, Pulsologia, Iridologia e Reiki – Usui e Celtic Reiki, sendo que de todos essas sabedorias, para mim a mais importante quando se trata de conexão ancestral é o benzimento e o conhecimento de ervas que aprendi com minhas avós, pessoas da terra e ancestrais na minha região.

Nos últimos anos, entrei em conexão muito profunda com a espiritualidade – algo que surgiu aos meus treze anos quando comecei a frequentar e trabalhar num centro espírita no Rio de Janeiro – mas que somente se potencializou na minha fase adulta.

Comecei a recordar de vidas passadas e do meu propósito verdadeiro, de realmente transmitir o conhecimento sobre curas e flores. Se iniciou um processo de sintonização com outras esferas e planos astrais e também uma conexão ainda maior com meu mentor espiritual. Foi recordado então e aplicado em nosso plano material o sistema floral celta, bem como a radiestesia druídica, em canalização e sintonização, no que chamamos de mediunidade inspirativa associativa.

Atualmente, pesquiso sobre os tratamentos de cura, ritos e hábitos alimentares deixados pelo povo celta, além do uso de flores comestíveis na culinária, em minha tese de doutorado em Alimentação e Cultura, UERJ, junto com uma pós graduação em fitoterapia e plantas medicinais, pela UFRJ, ambas no Rio de Janeiro. Também me formei na pós graduação em homeopatia, pela UFRJ. Sou professora, escritora e palestro em escolas e congressos internacionais e nacionais.

X
cozinha do jardim
do jardim terapia natural